Preservação da fertilidade masculina antes do tratamento do câncer

Ser informado de que você tem câncer pode ser assustador e emocional, especialmente se você quiser ter filhos. Não ser capaz de ter filhos (infertilidade) pode ser um resultado a curto ou longo prazo de alguns tratamentos contra o câncer. Existem opções bem-sucedidas para pacientes com câncer do sexo masculino que desejam preservar sua fertilidade e terem filhos futuramente. Antes de iniciar o tratamento do câncer, converse com seu médico para saber se sua fertilidade pode mudar e suas opções para preservá-la. 

Como o tratamento do câncer afeta a fertilidade nos homens?

Muitas coisas devem acontecer para um casal ter um bebê, e os tratamentos contra o câncer às vezes podem impedir que isso ocorra. Abaixo estão algumas opções comuns de tratamento do câncer usadas para cuidar de alguns problemas de saúde urológicos. Esses tratamentos podem afetar os homens e suas chances de gerar naturalmente um filho.

O que é fertilidade?

Para os homens, fertilidade significa ser capaz de engravidar uma mulher. Tratamentos comuns para câncer, como quimioterapia, radioterapia e cirurgia, podem afetar a chance de um homem fazer isso. Outros fatores como a idade, onde o câncer está localizado e o tipo de câncer também podem afetar a chance do homem de ter um filho naturalmente.


Cirurgia

A cirurgia oferece a melhor chance de remover muitos tipos de câncer, especialmente aqueles que não se espalharam para outras partes do corpo. Mas também pode causar infertilidade se realizada em certas partes do sistema reprodutivo. É importante conversar com seu médico sobre os tipos de cirurgia listados abaixo e como eles podem afetar sua vida sexual e as chances de ter um filho.

Cirurgia para Câncer de Testículo

A remoção cirúrgica de um testículo é feita para quase todos os homens com câncer de testículo. Às vezes, remover linfonodos no abdome e na pelve (dissecção retroperitoneal de linfonodos) também pode fazer parte do programa de tratamento. A maioria dos homens com um testículo ainda pode ter um filho. Nos raros casos em que um homem tem câncer de testículo nos dois testículos e ambos são removidos, ele não será capaz de gerar filhos naturalmente. Mas o banco de esperma antes do tratamento deve ser discutido e tem uma grande chance de sucesso. Para homens que precisam de um Linfadenectomia Retroperitonial, métodos são usados ​​para preservar a ejaculação. Mas alguns homens não serão capazes de liberar sêmen do corpo após a cirurgia. Todas as outras características da experiência sexual (por exemplo, desejo sexual, ereções e pico sexual) permanecem inalteradas. 

Cirurgia para Câncer de Próstata

Para homens que têm câncer de próstata, uma opção de tratamento é remover cirurgicamente a próstata e as vesículas seminais. Isso é conhecido como prostatectomia radical. As vesículas seminais trabalham com a próstata para produzir o sêmen que transporta o esperma do pênis de um homem. Como as glândulas e as vesículas seminais são retiradas, o esperma não é mais capaz de sair fisicamente do corpo do homem para fertilizar o óvulo da mulher. Se você está pensando em cirurgia para câncer de próstata e gostaria de ter mais filhos, converse com seu médico antes da cirurgia sobre preservação de espermatozóides. 

Cirurgia para Câncer de Bexiga

A maioria das cirurgias de câncer de bexiga é feita endoscopicamente na bexiga e retirando o tumor. Para cânceres vesicais invasivos, a opção mais comum de tratamento é remover toda a bexiga, próstata e vesículas seminais (cistoprostatectomia radical). Após essa cirurgia, um homem não seria capaz de gerar filhos naturalmente. A criopreservação de esperma antes da cirurgia é algo a discutir se você gostaria de ter filhos.


Radioterapia

Os tratamentos de radiação usam raios de alta energia para matar células cancerígenas. Abaixo estão os tipos de radiação que podem afetar a chance de um homem ter um filho:

Radioterapia para Câncer de Testículo

A radiação para o câncer de testículo geralmente atinge os linfonodos na parte de trás do abdome. Muito raramente, é usado no próprio testículo. A maioria dos médicos sugere um período de tempo (1-2 anos) após a radiação antes de tentar gerar um filho.

Radioterapia para Câncer de Próstata

Existem dois tipos principais de radiação para o câncer de próstata. Um é chamado braquiterapia e o outro é conhecido como radiação externa do feixe. Ambos podem causar problemas de curto ou longo prazo com a fertilidade. É melhor perguntar ao seu oncologista sobre isso. 


Quimioterapia

A quimioterapia funciona matando as células do corpo que se dividem muito rapidamente. Como os espermatozóides se dividem rapidamente, eles são mais frequentemente prejudicados pela quimioterapia. O risco de quimioterapia causar infertilidade depende da idade do paciente, do tipo de medicamento utilizado e das doses administradas. Converse com seu médico sobre sua situação específica.


Terapia hormonal

A hormonioterapia é um tipo de tratamento usado algumas vezes por si só ou com outros tratamentos para cuidar de homens com câncer de próstata. A terapia hormonal também é conhecida como terapia de privação androgênica (ADT). A terapia hormonal funciona impedindo que os hormônios sexuais masculinos, como a testosterona, sejam produzidos. A testosterona alimenta as células do câncer de próstata. Mas quando as células cancerígenas não têm mais o hormônio sexual masculino para alimentá-las, seu crescimento diminui. A terapia hormonal para o câncer de próstata geralmente prejudica a produção de espermatozóides. Isso limitará a chance de um homem fertilizar o óvulo de uma mulher.


Opções de preservação de fertilidade para homens, antes do tratamento

A preservação da fertilidade ocorre quando pacientes com câncer tomam medidas para proteger suas chances de ter um filho. Os homens podem querer falar com um especialista em fertilidade para explorar as opções que podem ser adequadas para eles. Abaixo estão três tipos de métodos de preservação de fertilidade a serem discutidos.

Banco de esperma

Esta é uma das escolhas mais bem-sucedidas e menos caras para os homens. Banco de esperma é quando você congela seu esperma – criopreservação. Os espermatozóides permanecem congelados até que você precise deles, mesmo que muitos anos depois. Com o congelamento, os espermatozóides geralmente não são danificados.

Protegendo os testículos durante a radioterapia

É nesse momento que o médico responsável pelo tratamento com radiação – radioterapeuta – usa um dispositivo para proteger os testículos durante o tratamento com radiação. Isso diminui a chance de prejudicar o esperma, diminuindo a dose de radiação nessa área.

Extração de esperma

Se um homem não consegue ejacular esperma ou tem esperma limitado no sêmen, é possível que ele ainda tenha esperma em algum lugar nos testículos. Com a remoção do esperma, um urologista remove pedaços do tecido testicular. Se o tecido tiver esperma, então o esperma pode ser usado para fertilizar o óvulo da mulher. Ou pode ser congelado e usado posteriormente.

 

Fonte: Urology Care Foundation